CONGRESSO

terça-feira, 14 de junho de 2011

Saúde Pública na UTI


Muito embora recursos públicos não faltem, existe de tudo no sistema de saúde do Maranhão, menos o essencial: a garantia do direito humano à saúde.

As reclamações de prefeitos são constantes, mas a precariedade do funcionamento do sistema é injustificável, para não dizer irresponsabilidade a um passo de crime doloso.

Funcionários fantasmas, médicos com multiplicidade de cadastros, obras inexistentes, prédios inacabados, aluguéis de carros particulares de aliados políticos, gastos desordenados de recursos públicos são apenas uma pequena mostra do que acontece de irregular no sistema.

O outro lado da questão traduz-se em falta de medicamento, materiais hospitalares, ambulâncias, equipamentos e atendimento adequado da população.

A esses dois fatos, junte-se um terceiro:  a completa ausência de fiscalização, por parte de quem tem a competência e o dever legal de fiscalizar, Ministério Público, Conselho de Saúde, Tribunal de Contas, Polícia, etc.

Então, o resultando não poderia ser outro:

- em Buriti, eram precisamente 23 horas, do dia 11 de junho, quando chegou ao hospital do município, praticamente morto, um cidadão que estava sendo transportado numa carroça do lugar em que se encontrava até aquela casa de “saúde”;

- em Belágua, no início do ano, um pescador foi picado por uma cobra e doze horas depois veio a falecer. Motivo: não ter sido transportado a tempo, apesar da mãe do falecido ter-se humilhado para as autoridades do município, chorando e pedindo ajuda para o seu filho. Detalhe: o município está sem ambulância, pois a mesma está “no prego” há vários meses e encontra-se no pátio da prefeitura, abandonada como se fosse uma sucata velha;

- pacientes abandonados nos corredores dos Socorrões em São Luís, vindo das mais diversas localidades, que recebem os recursos do SUS e não dão qualquer atendimento, a não ser uma ambulância, para se livrar do “problema”, para que o registro de óbito seja feito em outras cercanias;

- em Anajatuba, um acadêmico de medicina, substituindo um médico plantonista, cometeu erros grosseiros ao realizar os procedimentos de obstetra, levando a criança ao óbito. No desespero, encaminhou a gestante para Itapecuru-Mirim: criança somente com a cabeça do lado de fora, gestante sangrando muito, jogada no banco de trás de um carro alugado pela prefeitura, pois não tinha ambulância no momento. A mãe foi salva, mas no pescoço da criança ficaram as marcas visíveis de um quase estrangulamento.

Esses são alguns de vários casos de descaso, violação e crime cometido contra o direito à saúde da cidadania maranhense.

No rosto dos gestores do sistema afloram o descaramento, a desfaçatez, a arrogância e certeza da impunidade.

Abaixo, ao lado dos casos acima postos, mais um caso de violação gravíssima, desta vez praticada em Icatu, município que tem como prefeito Juarez Lima, ex-deputado estadual.

Como muitos alegam que o mau funcionamento do sistema está vinculado ao exercício da gestão por quem não entende do assunto, Juarez Lima é médico e entende muito bem como funciona o sistema.

Para aqueles que acreditam que essas práticas são feitas por obscuros prefeitos, aqui se trata do secretário-geral da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão.

Aos que teimam em afirmar que essas coisas acontecem e ninguém comunica ao Ministério Público e aos Conselhos Municipal e Estadual de Saúde, o caso diz respeito ao hospital do município, fechado a mais de seis meses para reforma, tendo sido improvisado o vestiário do estádio de futebol município, que estava abandonado, para fazer o atendimento geral da população.

A reportagem foi veiculada no dia de ontem, no programa Jornal Hoje, da Rede Globo de Televisão, com a promessa do tipo “joão sem braço” do secretário de Administração do município, Walber Lima, da abertura do hospital para julho de 2.011.

Quanto ao dia, só Deus sabe!

Vamos ver agora qual a desculpa encontrará os órgãos de fiscalização, entre os quais o Promotor de Justiça da Comarca, para continuarem se omitindo e não cumprindo com os seus deveres legais.

Não custa nada lembrar a famosa frase de Napoleão Bonaparte, quando ia iniciar uma investigação: toda espécie de indulgência para com culpados, denuncia um tipo de conivência!

6 comentários:

Anônimo disse...

Aqui a situação não é diferente. Amanhã haverá um grande espetáculo, para inglês ver. Virá uma comissão de deputados verificar as obras do socorrão, parada a uns 3 a 4 anos. Nesta semana as obras foram retomadas. Agara a noite, prefeito e vereadores estão fazendo faxina no prédio. É muito dedicação... Essa comissão deveria ter vindo na semana passada, mas como viria se o palco não estava pronto? Guilhermina/Bacabal

VALDEJANE COSTA disse...

Gente! pelo amor de Deus! Vamos fazer alguma coisa! Cadê esse ministério público que não faz nada? Cadê os orgãos responsável pela saúde? Será se o Maranhão foi esquecido pela carta magma, será se a cf não serve de nada aqui? Chega de tanta vergonha, de tanto descaso, esses desembargadores estão fazendo o que aqui, só escandalizando a justiça, meu Deus que é isso, será que temos que fazer justiça com as próprias mãos???

virginia disse...

Aqui em Codó é essa mesma falta de respeito com as pessoas, muitas passam a noite na fila pra marcar um exame ou uma consulta e muitas vezes ainda não conseguem atendimento. Mas isso tem que acabar e para isso basta que todos estejamos juntos, denunciando, enfrentando, e afirmando a si mesmo que nós temos o poder de construir uma nova cidade, um novo estado e novo país de justiça para todos.Virgínia, Codó- Ma

Anônimo disse...

A melhor solução será sempre denunciar estes políticos corruptos, só assim eles irao temer roubar.
IVAN SOUSA, BELÁGUA

Anônimo disse...

A nossa tarefa é denunciar esses descasos para constranger essas autoridades, que não fazem nada pelo nosso povo.

Rede de defesa/nucleo V. Grande
Márcia Natalina

Anônimo disse...

Icatu,é um descaso total, e uma vergonha para os icatuenses, na saúde,na educação o caos e maior ainda, tem que ser fiscalizado também,e feito uma reportagem também, espero que alguém influente denuncie essa Secretária corrupta, pois irão se surpreender com tanta irregularidade, e será mais uma vergonha para o povo de Icatu.